4 Coisas que Não Devem Estar no Seu Linkedin

outubro 05, 2021

O Linkedin transformou-se obrigatório para empregadores que procuram talento e candidatos que querem encontrar novas oportunidades. Mas nem tudo o que consta no seu perfil joga a seu favor. Tome nota do que deve apagar.




1-As suas competências

Quer mesmo manter no seu perfil aquela lista de competências que você insiste que tem, mas ninguém lhe atribui?

A área de competências do Linkedin permite listar várias dezenas de competências. Mas neste como noutros casos, quantidade não é qualidade.

As “competências mortas”, aquelas que você diz que tem mas nenhum dos seus contactos o atesta, podem funcionar contra si. Limpe a sua área de competências e preserve apenas aquelas em que é possível atestar o reconhecimento dos seus pares.


2-Experiências muito antigas

Se aos dez anos de carreira ainda guarda referências sobre o seu estágio, “arrume a casa”. Detalhes de experiências antigas afastam a atenção dos recrutadores suas conquistas recentes.


3-Recomendações antigas

As recomendações antigas podem associá-lo a competências que já não quer desenvolver ou funções que não quer exercer.

Mantenha a lista de recomendações atualizada face às suas aspirações profissionais e guarde só as que forem de alguém relevante.

4-Conquistas e prémios

O Linkedin juntou na secção Conquistas (accomplishments) as referências antes dispersas por áreas como Projetos, Louvores e Prémios. Graças a esta alteração, todas as referências nestas diversas áreas competem entre si pela relevância.

É altura de analisar o que listou e identificar os aspetos que quer mesmo destacar perante os recrutadores, eliminando as restantes.

Comece por cursos antigos ou certificações já ultrapassadas. Menos é mais. Restrinja o seu perfil ao essencial e ao que é importante para construir a sua marca pessoal.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários